Concurso Banco Central lança edital 2013 para 500 vagas

100 vagas para técnico e 400 vagas para analista. Remuneração chega a R$ 14.289,24.

 

O Banco Central abriu concurso para 500 vagas de cargo de técnico e analista. Para analista são seis áreas temáticas, e para técnico são duas. São 400 vagas para analista e 100 para técnico. Os salários chegam a R$ 14.289,24.

As vagas são para Belém, Brasília, São Paulo, Salvador e Porto Alegre. Brasília tem o maior número de vagas.

Concurso Banco Central abre 500 vagas para os cargos de analista e técnico. Para o cargo de técnico são dias áreas específicas, e para analista são seis. Foram criadas 100 vagas para técnico e 400 vagas para analista. A remuneração para o cargo de analista chega a R$ 14.289 e R$ 5.421 para técnico. As vagas estão disponíveis para as capitais: Porto Alegre, São Paulo, Salvador, Brasília e Belém.

Veja o edital 2013 no site Cespe/UnB.

As opções para o candidato aos cargo de analista:

Área 1 – análise e desenvolvimento de sistemas;
Área 2 – suporte à infraestrutura de tecnologia da informação;
Área 3 – política econômica e monetária;
Área 4 – contabilidade e finanças;
Área 5 – infraestrutura e logística;
Área 6 – gestão e análise processual.

As opções para o candidato aos cargo de técnico:

Área de suporte técnico-administrativo;
Área de segurança institucional.

 

É exigido curso de nível superior em qualquer área. O salário é de R$ 13.595,85 até 31 de dezembro de 2013, e de R$ 14.289,24, a partir de 1º de janeiro de 2014.
O candidato a técnico deverá escolher entre as áreas suporte técnico-administrativo e segurança institucional. É necessário nível médio completo. O salário é de R$ 5.158,23 até 31 de dezembro de 2013, e de R$ 5.421,30 a partir de 1º de janeiro de 2014. 

A exigência de nível superior em qualquer área se dá para os cargos de analista. Já para os cargos de técnico, nas áreas de segurança institucional e técnico administrativo é necessário apenas ter o nível médio completo, a remuneração chegará a R$ 5.421,30 no início de 2014.

 

Provas

As provas do concurso são divididas em etapas, a primeira etapa abrange provas objetivas e discursivas para ambos os cargos. Avalição de títulos caberá apenas ao cargo de analista. A etapa seguinte se dá com o Programa de Capacitação para ambos os cargos. 

As disciplinas cobradas para a prova no que tange a conhecimentos básicos para os cargos de analista são: língua portuguesa, língua inglesa, raciocínio lógico, direito constitucional, sistema financeiro nacional, sistema de pagamentos brasileiro e economia (exceto para a área 3) e administrativo (exceto para a área 6).

Para área de técnico, a prova de conhecimentos básicos lista as seguintes disciplinas: língua portuguesa, informática para usuários, raciocínio lógico-quantitativo, noções de direito administrativo, gestão pública, noções de direito constitucional.

A duração das provas objetivas para os cargos de analista serão de 3h:30, aplicadas provavelmente dia 20 de outubro pela manhã. Duração de 4h terão as provas discursivas ao cargo de analista, serão aplicadas no turno da tarde no dia 20 de outubro (data provável). Para o cargo técnico a aplicação a prova será na data provável de 20 de outubro, no turno da manhã será aplicada a prova objetiva e no turno da tarde a discursiva. Desse modo proposto não será possível a inscrição para mais de um cargo.

É previsto na data de 10 de outubro, a publicação no DOU, o edital que irá informar meios para consulta aos horários e locais da aplicação das provas.